Atalhos

Listas com links diversos

Menu

Contato

Julho: mês de comemorar o Dia do Agricultor e do Colono

Publicado em

Duas datas são comemoradas no mês de julho e estão ligadas diretamente ao trabalho da vitivinicultura gaúcha e nacional: o Dia do Agricultor e o Dia do Colono.  Luciano Rebellatto, coordernador do Consevitis-RS, exalta que o Dia do Agricultor é uma homenagem àqueles que trabalham na terra de sol a sol nas mais diversas culturas, entre elas a vitivinicultura, na preparação do solo, no cultivo das videiras, na colheita da uva e, por fim, na elaboração de vinhos, espumantes e sucos de uva reconhecidos nacional e internacionalmente. Além disso, ressalta igualmente a importância de se comemorar o Dia do Colono, pois foram a imigração alemã e italiana que proporcionaram uma bela e exemplar história de trabalho e superação. “Sem dúvida, são datas que precisamos nos orgulhar e, portanto, comemorar e brindar”, destaca.

O Dia do Agricultor foi instituído em 1960, pelo presidente da República à época, Juscelino Kubitschek, por meio do Decreto de Lei nº 48.630, para comemorar os 100 anos da criação do Ministério da Agricultura. Uma das bases fundamentais para a economia do Brasil, a agricultura gera milhões de empregos, além de estimular a criação de vagas em diversas outras áreas.

Ênfase especial para a agricultura familiar, cujo cultivo da terra e de plantações são realizadas por pequenos produtores rurais, e de suma importância para assegurar a segurança alimentar e nutricional da população brasileira, uma vez que é responsável por 70% dos alimentos consumidos no país.

Importante destacar que a alimentação escolar incentiva esta prática por meio da Lei nº11.947/2009, que determina a utilização de no mínimo 30% dos recursos repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para a alimentação escolar destinado à compra de produtos oriundos da agricultura familiar.

O Dia do Colono foi instituído em 1968, pelo então presidente da República Artur da Costa e Silva, que sancionou a Lei nº 5.496, comemorado em 25 de julho. Anualmente, nesta data, comemora-se aqueles que partiram de seus países de origem para se instalarem em uma terra desconhecida, e foram essenciais para o desenvolvimento da agricultura brasileira. As comemorações no mês de julho estão ligadas à chegada dos primeiros alemães, que em 18 de julho de 1824 se instalaram no país. Em 25 de julho aconteceu o primeiro culto evangélico do Estado, tornando a data como um marco para região, ampliando a cultura religiosa, antes regida apenas pelo Catolicismo e religiões indígenas. Com países da Europa sofrendo profundas transformações, a emigração, primeiramente de alemães e posteriormente de italianos parecia uma excelente alternativa para milhares de famílias. Diante disso, a partir de 1875, imigrantes italianos também começaram a chegar, boa parte instalados na Serra Gaúcha.

Rosângela Longhi
Assessora de imprensa Consevitis-RS
[email protected]
(54) 34511062 / 99123-3206

Foto crédito: Fabiano Sperotto

Mais Notícias

Ver mais